‘Os Passos’ é uma história assustadora sobre duas irmãs que ouviram ruídos assustadores enquanto estavam sozinhas em casa. É baseada em uma verdadeira história de fantasmas e, uma versão disso, apareceu em Scary Stories to Tell in the Dark. Nesse livro, foi colocado o ponto de vista da irmã mais velha, mas na versão real, é a irmã mais nova que conta a história.

Quando eu consegui idade suficiente para entender as coisas, eu passei a não gostar daquela casa. Eu estava com medo do andar de cima. Eu nunca me senti segura lá. Mamãe sempre mantinha a luz acesa na hora de dormir porque eu tinha medo do escuro.

Uma noite, quando eu tinha nove anos, minha irmã estava no andar de baixo e eu estava dormindo na minha cama. Ela estava esperando que mamãe voltasse para casa a qualquer momento. Assim que ouviu a porta da frente abrir, ela gritou: “Olá, mamãe!”, mas não houve respostas.

Ela ouviu passos, mas eles não soavam como a mamãe. Seus passos eram leves, mas estes eram pesados, como se fossem de um homem.

“Quem está aí?”, minha irmã gritou, mas novamente, não houve resposta.

Os passos continuaram subindo as escadas e entraram em todos os quartos, mas quando minha irmã gritou novamente: “Quem está aí?”, os passos pararam.

Quer publicar no Escrita Sombria?

Se você tiver Histórias de Terror, Relatos Sobrenaturais, Creepypastas, Lendas Urbanas e etc. de sua autoria, clique no botão abaixo e nos envie seu texto. Será um prazer divulgar o seu trabalho horripilante no nosso site.

Ela era jovem e tinha medo, mas sabia que eu estava dormindo sozinha lá em cima. Então ela pegou a lanterna e procurou em todos os quartos. Ela até entrou no sótão, mas não encontrou ninguém.

Minha irmã voltou para a sala de jantar mas, assim que se sentou, os passos começaram novamente. Eles desceram as escadas, atravessaram a cozinha escura, e então a porta da sala de jantar onde minha irmã estava sentada lentamente começou a se abrir. Ela estava com medo.

“Saia!”, ela gritou.

A porta se fechou devagar e os passos se moveram pela cozinha, em direção à porta da frente. Ela ouviu a porta abrir e fechar, então correu para a janela para ver quem era. Não havia ninguém à vista e nem pegadas na neve fresca.

Foi quando ela percebeu que quem quer que tenha entrado não era humano. Ela se aconchegou no sofá e esperou que mamãe voltasse para casa.

Não muito tempo depois, nós nos mudamos, mas algo estranho aconteceu antes de deixarmos a casa. Minha irmã e eu estávamos na sala quando, de repente, ouvimos gemidos terríveis. Parecia que alguém estava em agonia lá embaixo no porão.

Eles eram tão altos que o nosso cachorro começou a uivar e senti o cabelo arrepiado na parte de trás do meu pescoço. Minha irmã sempre ia a qualquer lugar comigo, mas quando eu tentei persuadi-la a entrar no porão comigo e investigar, mas ela não foi.

O porão estava bem iluminado. Então, minha irmã e eu descemos, seguindo os gemidos até chegarmos a uma pequena alcova e lá, os gemidos cessaram. Eu queria cavar ali mesmo, mas não havia tempo. Eu sempre senti que, se tivéssemos ficado, teríamos encontrado a causa de todos os nossos problemas. Talvez os ossos de alguém tenham sido enterrados lá.

Nós nos mudamos logo depois do ocorrido, e eu sei que mamãe nunca me deixaria perguntar às pessoas que moram lá hoje, se tinham ouvido alguma coisa de estranha na casa. Ficamos todos felizes em sair dali.

história de terror os passos
História de Terror: Os Passos

Licença de Uso
O conteúdo do site está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional. Você pode copiar o conteúdo desde que cite o autor e o link da matéria. Com exceção a seção de Histórias de Terror, que possui direitos autorais reservados. Importante: Os textos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e podem não expressar a opinião do Escrita Sombria.

Categorias: Histórias de Terror

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.