Olá! Meu nome é Wagner , moro no Paraná e sou católico.
Não sou uma pessoa que frequenta a igreja regularmente, mas respeito muito as religiões.

O que vou contar agora, é apenas um entre muitos acontecimentos estranhos desde a minha infância até a minha maturidade e, ainda hoje me pergunto se foi sonho, alucinação ou realidade. Aconteceu quando eu fui dormir na casa da minha namorada um pouco antes do Natal.

Como havia alguns parentes visitando a família, tivemos que dormir em um quartinho nos fundos da casa.

Eventualmente, eu gosto de jogar vídeo game, então fiquei jogando até tarde naquela noite. Dado momento, sem mais nem menos, o quarto começou a ficar frio de uma forma que eu conseguia ver o ar quente saindo de minha boca.

Consequentemente, comecei a sentir aquela coisa que todos sentem quando algo está errado. Assim, de forma imediata, liguei a luz do quarto, tranquei a porta e corri para debaixo das cobertas. Fiquei totalmente alerta quanto aos acontecimentos ao redor.

E foi nessa hora que, em meio ao silêncio, começaram a surgir os ruídos na casa para me assustar ainda mais.

Por conseguinte, os calafrios pararam, então me aprontei e fui dormir.

Depois de algum tempo, acordei novamente com frio e com aquela mesma sensação de que havia algo estranho. Então, percebo que, em meio a claridade da janela, havia a silhueta de alguém com a pele muito clara, completamente nu, mas não dava para identificar quem era.

Como a porta estava trancada e não tinha como alguém ter entrado, fiquei mais assustado ainda pensando no que poderia ser aquilo. Mais do que depressa, fechei os olhos e tentei acordar a minha namorada, mas eu estava sem forças. Não conseguia falar de tanto medo.

Por conseguinte, comecei a escutar os passos descalços daquele vulto vindo em minha direção. Começou a pisar no colchão onde estávamos deitados e foi chegando ao meu lado. Senti a presença se abaixando próximo ao meu rosto, fazendo um ruído como se tentasse falar algo para mim, mas eu não queria nem saber o que aquilo queria.

O quarto estava frio e eu comecei a tremer muito. Tentei me levantar mas não consegui. Até que, com muita força de vontade, eu consegui pedir ajuda à minha namorada, que acordou assustada por causa do meu escândalo.

Então, eu contei à ela o que havia acontecido. Mostrei o chão do quarto, onde havia pegadas iguais a quando alguém anda descalço no piso frio.

Minutos depois, a vizinha da frente veio pedir por socorro. Ela gritava por ajuda, pois seu marido havia falecido enquanto dormia.

Devido o acontecimento, minha namorada ficou muito pensativa, mas eu não sabia se ela tinha acreditado no que eu contei ou mostrei à ela. Talvez tenha achado que sou um doente da cabeça.

Até hoje, não falamos mais no assunto e também nunca mais dormi na casa dela, mas sempre que estou sozinho, reflito muito sobre o que aconteceu e fico imaginando se aquela aparição seria o espírito do marido da vizinha que veio me pedir algum tipo de ajuda. Será?

E aí, o que achou desse Relato Sobrenatural Visita no Quarto? Deixe sua opinião aí nos comentários. Abraços Sombrios!

→ Gosta de Histórias de Terror? Aqui temos as Melhores

Categorias: Relatos Sobrenaturais

Deixe um comentário Sombrio pra gente...

error: Conteúdo Protegido!
%d blogueiros gostam disto: